quinta-feira, 23 de junho de 2016

Canto

* Por Pedro Du Bois


no canto
cada qual
encanta
sua luz

reluz o canto
em sons

tantos
tontos
tolos espaços
ocupados

conto instantes aproveitados
em listas de presentes: choro
a entrega - cada uma -
das lembranças: retorno
ao canto isolado
   só
   desacompanhado
   como no começo

* Poeta, autor dos livros “Brevidades” e “Tânia”, lançados através do Projeto Passo Fundo – blog HTTP://pedrodubois.blogspot.com.br


2 comentários:

  1. Mais uma vez, gratíssimo pelo destaque. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez, gratíssimo pelo destaque. Abraços.

    ResponderExcluir